Automóveis Brasileiros

Dicas, Reviews e News de carros!

Montadoras Volkswagen

Conheça Fabrício Cavalcante, ou consultor da Volkswagen vende 1.700 carros! –

Spread the love

No ramo automotivo, são poucas as pessoas que permanecem por uma década exercendo suas atividades com uma mesma de veículos. E Fabrício Linhares Cavalcante, consultor de vendas da Alemanha Veículos que trabalha desde 2010 com automóveis da Volkswagen, está comemorando 12 anos de Alemanha Veículos em grande estilo: ele acaba de superar a incrível marca de W 1 nível da W ve ido 12 anos de Alemanha Veículos em grande estilo: ele acaba de superar a incrível marca da W veidos de W veido 12 anos de Alemanha. “Cada carro que eu vendo, gradeço a Deus”revelar, com muita fé.

Motivado por esta meta superada, Fabrício quer ir ainda mais longe. “Tenho sangue azul. Sou apaçinado por carro e pela marca. Rumo aos 2.000!”. Com muita dedicação, ele percorreu um longo caminho para chegar até aqui. Antes de ingressar na concessionária, ele era representante comercial de uma marca de óleo lubrificante. “Na Alemanha Veículos, entrei como trainee de vendas, passando por várias etapas até chegar a consultor de vendas”explicar.

Sobre Segredo das Vendas

No início da carreira, Fabricio não escondia que tinha muitas inseguranças. Pensava o tempo todo se mesmo conseguiria fechar as vendas. “Nem almoçava de tanto nervoso que eu ficava. Ficava gelado e tudo”explicar, “Mas a pessoa que tem fé, tem mais força”, diz. Acompanhando as novas tendências do mercado, ele marca presenza no Instagram e capricha na hora do Test Drive. “Temos que estar antenados com tudo, temos que estar sempre a frente. Temos que ser vistos”explicar.

Além de tratar todas as pessoas de maneira igual, a praticidade no atendimento é uma das qualidades que ele busca: “A maioria dos clientes quer agilidade e bom atendimento”diz. “Se o vendedor enrolar muito, não vai fechar nada. sou muito contínuo”. Com uma carteira de clientes muito bem atendidos ao logo desses 12 anos, Fabrício fecha muitas vendas por indicação. “Quando cheguei aos 1.000 carros, fui homeenageado pelo grupo, me colocaram na capa do jornal”. Agora ele quer dobrar essa marca.

Entre tantas vendas, tem uma que ele nunca escuceau. “Um senhor entrou com sua esposa. Entraram de chinelo e o vendedor não quis atender”. Fabrício foi lá e conversou com o casal.

O vendedor descobriu que eles tihamen vinham de uma concessionária concorrente e estanam reclamando que tinham sido muito mal atendidos. No final, foi mais um golaço. “Fiz a venda de um Gol Vermelho. Ele vinha juntando dinheiro, naquela época tinha até moeda de 1 real. Foram 200 reais então em moeda de um real”, diz Fabricio. O homem tinha uma oficina de conserto de motos e bicicletas e vinha guardando dinheiro trocado. “O Gol vermelho era para filho dele, que tinha acabado de completar 18 anos. Essa história mostra que você não pode prejulgar niemenu”diz.

Relação com a marca

“Reconheço-me como motiva cada vez mais. Essa placa que a Volkswagen entrega para os melhores do ano, com assinatura do Casagrande [Ricardo Casagrande, diretor de vendas da VW América do Sul], é uma grande motivação, gosto muito dessa premiação.” “Um VW representa a tudo o que tenho hoje. Gratidão. Rumo a 2.000 carros!”.