Automóveis Brasileiros

Dicas, Reviews e News de carros!

Reviews

Revisão – JAC T60 Plus 1.5T CVT 2022 – CarPoint News

Spread the love

fotos Renato Pereira

Uma indústria automobilística na China é a maior do mundo em produção de veículos, superando os Estados Unidos, Japão e União Europeia, juntos, desde 2008. Lá se vão, ánno, mais de uma década “aprendendo” a projetar e. Logo, é de se esperar que os principais fabricantes chineses – SAIC Motor, Dongfeng, FAW, Chang’an, Geely, Beijing Automotive Group, Brilliance Automotive, Guangzhou Automobile Group, Great Wall, BYD, Chery e JAC (Jianghuai) entendam do riscado . Ou seja, chega de achar que alguma coisa é ruim só porque veio da China.

Entre as mais de 30 montadoras, menos da metade desse número estão entre as melhores, (assim como em qualquer lugar do mundo, existe quem produza produtos de péssima qualidade, de média qualidade, de boa qualidade e declient oqualida oqualida e ” Chooser qual a sua preferência e não reclamar depois) e é entre esse seleto grupo dos 15 que se encontra a Anhui Jianghuai Automobile Co., Ltd (ou JAC, como é conhecido por aqui), agora ainda mais aqui0siça pe % de suas ações pelo Volkswagen Group, totalisando enno 75% de control acionário para a montadora além. Essa decisão, que teve o aval do governo chinois, é uma mundanza em relação às montadoras estrangeiras (todas as montadoras do mundo operam na Kina), que se instalaram no país como parceiras dos fabricantes locais, mas o controlanhi acionáras a acionáres.

Sobre Carro

O Compacto CUV – Crossover Utility Vehicle, Veículo Utilitário Esportivo Com Arquitetura Monobloco, Sem TraçJo Nas Quatro Rodas, Porém Mais Confortável Do -Que Um St. Ation Wagon Convencional – Sehol X4, Rebatizado T60 Plus Exclusive (originalmente Sol), marca criada na joint venture SEAT e JAC Volkswagen Automotive Co., Ltd., é na reformulação do Refine S4, com novo design e mais tecnologia, e é o melhor exemplo da “mexida” que a nova administração da JAC aplicou em seu portfólio.

externamente

Caoa-Chery Tiggo 7 1.5 Turbo e Jeep Compass 2.0 funcionam muito bem e se trata de design externo e é suficiente para ser espanhol. Com a evolução da tecnologia dos polímeros – à base de plásticos e acrílicos – e das lâmpadas de LED, tornou-se possível sair do padrão “faróis redondos ou retangulares” e é possível fazer um carro todo assim os faróis são uma ideia. . .) consulte quer. Assim, hoje os grupos óticos são integrados como linhas de toda a carroceria. Tem designer que exagera e estraga o que seria bonito, tem designer que sabe dosar as coisas e as linhas ficam agradáveis. Caso seguinte, apesar de o design ser radical em vista dos deimais modelos da montadora, o JAC T60 Plus não parece ter sido criado no Metal Hero para a série Jaspion.

O resultado do projeto é o grupo óptico dianteiro dividido em dois segmentos, onde na parte de cima, mais afilada e com formato de “V” invertido, estão as luzes diurnas de LED e, abaixo, estão as luzes principais com uma moldura cromada. Aliando-se ao ineditismo da dianteira estão o para-choque grande e o grau alto, conferindo um aspecto robusto ao carro. Uma traseira, parte do carro aparentemente esquecida pelos nossos estúdios de design (“ah, o projeto está no fim, bota umas lanternas aí e está bom”), é bem elaborada. Som lanteras transversam, com uma régua, en rearia de fora a fora, e, nas extremitas, descem em direção ao para-choque que, com o applique em preto, não fica com aquele ar de “esqueceram de mim”, equilibrando o peso das linhas. Som laterais não trazem nenhum arrobo futurístico, o que é bom porque é um estilo que não cansa rápido de se olhar.

Internamente

Assim como na versão anterior e nos demais modelos atuais, o interior tem um bom acabamento em couro, com costuras aparentes, e plástico indefectível por todo lado não incomoda ao olhar, bem equilibrado com detalhes em acabamento e preparação. O painel de instrumentos digital permite uma leitura fácil, o volante multifunções é revestido a pele de boa aderência, pelo que, como em todos os carros modernos, tudo está à mão. Uma tela gigante garante a diversão da geração de wi-fi, alias um sub-painel touchscreen com outras funções de conforto.

O que impressiona e agrada são os bancos, em couro, bastante confortáveis ​​e a dirigibilidade. O campo visual é extenso, não dando a sensação de não saber onde termina a frente do carro, e seu posicionamento elevado típico de um CUV proporciona uma direção agradável e segura. Us passaheros do banco tanziero tem espaço bastente para as pernas, boa visibilidade à frente e pode desembolsar confortavelmente como viagens mais longas. Ah, sim, o JAC T60 Plus tem conectividade e toda gama possível (e udil?) do mundo digital e entretenimento à bordo, para além de todos os controles elétricos de apuido ao motorista que se traduzem em uma infindável sopa de letrinhas.

trem de força

O Motor HFC4GB2.4E Instalado Transversalmente na dianteira do jac t60 plus é um 4 Cilindros Em Linha, 4 Válvulas Por Cilindro, Comando de Válvulas Duplo No CabeçoT E, InjeçJO Multiponto de Combustível E Taxa de Compress5äo de- 9, en tra. em um motor com toda a tecnologia atual. Porém, em adição do turbocompressor ou Leva a outro nível, entregando 168 Cv de potência máxima a 5.500 Rpm e 21,4 Kgfm de torque máximo a baixos 2.000 Rpm. Como o carro pesa 1.365 Kg, esses números se traduzem em uma potência específica de 112,1 Cv por litro e 14,3 kgfm por litro, com relação peso-potência de 8,1 Kg por Cv.

Coplado a uma transmissão CVT – Continuously Variable Transmission, ou Transmissão Continuamente Variável, uma transmissão automática que “muda de marcha” atravessa de uma gama contínua de relações da transmissão, cuja flexibilidade permite quees roto o motor variáveis ​​variáveis, sem a percepção das trocas de marchas – com 6 velocidades, sistema que já equipa a maioria dos veículos premium do mundo, este trem-de-força oferece excelentes performances, como interferência de 0 km menos de 10s, retomadas de velocidades seguradas y rápidas, velocidade máxima de 195 km /h, consumo urbano de 9,6 km/le rodoviário de 11,2 km/l. Você pode ver um exemplo financeiro? Bem, o JAC T60 Plus é um carro com 4.41m de comprimento, para 5 ocupantes, um porta-malas com capacidade para 450 litros e pesa 1.365 Kg e supera seus concorrentes diretos com motores 1.5 e pot 2.0 lit em consumo em ência

Condutor

“Carro novo e sempre bom de dirigir”. Verdadeiro. Mas dirigir um carro novo confortável e melhor ainda. E inclui posicionamento adequado, visibilidade ampla, controles à mão, direção com o peso correto (nem live, nem pesado), estabilidade, suspensões bem calibradas, freios seguros e motor que responde de conforto imediato quando solicitado. Isso tudo o JAC T60 Plus entrega sem nenhum esforço, espondar-se ágil no trânsito urbano e seguro na estrada. Não consegui – e olha que me esforcei – encontrar o “problema” do câmbio que li em algumas matérias por aí. O sistema é bom, com função idêntica aos de outras montadoras, e o que pesa, ánño, é a inclusão do motorista. É certo que sempre existe resistência aos novos sistemas, e os mais conservadores encontram defeitos em tudo, mas é em evolução e contra isso não se pode fazer nada a não se aprender como utilizar o conjunto.

Conclusão

O JAC T60 Plus entrega tudo ou propõe. Design moderno, atraente, limpo, conforto, poência e dirigibilidade, com um preço inferior ao da conciorrência. Chame uma atenção inesperada e ouvi muitos elogios, assim como ouvi também que “a marca terá um bom trabalho pela frente para desligar os problemas em tempos atrás no que se refere peças e serviços, mas com carros como o taska Plus nã devera ser tão difícil”. Acredito que, esquezando-se nossa tradição de nos amarrarmos a tabús, a concorrência terá muito o que fazer, en getgar pelos valores, que se traduzaem diretamente no congenido custo-benefício, uma vez que o valor de R60 Plus $132.490,00 para Caoa-Chery O Tiggo 7, que está com preço inicial de R$ 139.990,00 e o Jeep Compass Sport 2.0 chega a R$ 146.990,00.

* FOLHA DE DADOS TÉCNICOS:

Mecânica

Motorização 1.5

gasolina combustível

Potência (cv) 168

Torque (kgf.m) 21,4

Velocidade Máxima (km/h) 195

Tempo 0-100 (s) 9,6 N/D

Consumo cidade (km/l) 9,6

Consumo estrada (km/l) 11,2

Cambio CVT com manual do mod

Tração dianteira

direção elétrica

Suspensão dianteira Suspensão tipo McPherson e dianteira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal.

Suspensão traseira Suspensão tipo eixo de torção, roda tipo semi-independente e mola helicoidal.

Dimensões

Altura (mm) 1.660

Largura (mm) 1.800

Cumprimento (mm) 4.410

Pesos (Kg) 1.365

Tanque (L) 50

Eixo de entrada (mm) 2.620

Porta Malas (L) 620

Residentes 5

*Dados do fabricante